quinta-feira, 28 de maio de 2009

À Procura de Virtudes

Você acredita que ter virtudes é importante para um bom relacionamento? Talvez você tenha percebido que elas são escassas em seus amigos. Já houve algum momento em que você se interessou por algo e passou a notar isso com mais freqüência? Por exemplo: resolveu comprar um determinado veículo e começou a notar muitos desses veículos circulando pelas ruas, o que não acontecia antes, não é mesmo? Isso é fruto do interesse, da atenção que você presta no que procura. Algo assim pode acontecer também com os defeitos e qualidades dos indivíduos. Se você procura defeitos, certamente só perceberá defeitos, pois esse é o foco. Nem sempre a pessoa terá realmente esses defeitos, mas suas lentes estão ajustadas para vê-los. Mas, ao ajustar seu olhar para detectar virtudes, perceberá, sem dúvida, muitas delas. Experimente fazer isso com quem você nunca percebeu nenhuma virtude. Certamente as encontrará, e seu conceito das pessoas se modificará para melhor. É um bom exercício! Torna sua vida mais harmoniosa. Não existe uma pessoa no mundo que não tenha ao menos uma virtude. Basta procurar. E quando virmos qualidades nos que convivem conosco, o relacionamento se tornará mais agradável. Às vezes, implicamos com uma pessoa apenas porque ela pensa diferente e por isso rotulamos e a excluímos do nosso meio. Se viver em sociedade é condição natural nossa, é importante viver bem com os outros. Façamos esse exercício de procurar virtudes. Afinal, virtudes são como jóias valiosas, é preciso descobri-las e saber apreciá-las.


‘Parem de julgar pelas aparências e julguem com justiça. Jo 7.24’

Nenhum comentário:

Postar um comentário