sábado, 23 de maio de 2009

Porta Estreita, Caminho Apertado

Senhor, hoje pude parar e pensar em algo que jamais havia pensado: o lado racional que justifica segui-lo. Isso mesmo! Qual a lógica em servi-lo? Qual a razão concreta para deixar tudo para trás? Abri a Sua Palavra para achar uma resposta às minhas indagações. Pude, então, achar em Mateus 7.13e14: “Entrem pela porta estreita porque a porta larga e o caminho fácil levam para o inferno, e há muitas pessoas que andam por esse caminho. A porta estreita e o caminho difícil levam para a vida, e poucas pessoas encontram esse caminho”. Assim, a Sua Palavra me falava exatamente o que eu não queria ouvir. No entanto, descobri que caminho apertado é: 1. Renunciar tudo que tenho direito, para salvar uma única vida. 2. Amar meus inimigos, sem exigir que abandone seus erros. 3. Oferecer outra faze para que meu adversário a fira. 4. Compreender o erro do meu irmão e estar em contínua convivência. 5. Usar o amor como uma arma poderosa. 6. Compreender sem ser compreendido e amar sem ser amado. 7. Viver acima de normas e preceitos e ao mesmo tempo não servir de escândalo. Senhor, preciso parar! Ao refletir sobre tudo isso, me vejo na iminência de olhar para mim e ver uma porta larga e um caminho espaçoso. No entanto, Senhor, não quero e não tenho outra opção. Quero continuar contigo que, para mim, és... “porta estreita e caminho apertado”. Obrigado, Senhor, porque esse caminho apertado e essa porta estreita que encontro em Ti transforma-se no caminho que me liberta do pior opressor que atormenta a minha vida: eu mesmo!
Pr. Vantuil G. dos Santos

‘Como um pai trata com bondade os seus filhos, assim o Senhor é bondoso para aqueles que o temem. Sl 103.13’

Nenhum comentário:

Postar um comentário